so-nacionais:

Masturbação Mental, Gabriel O Pensador

so-nacionais:

Masturbação Mental, Gabriel O Pensador

Tudo o que era mau atraía-me: gostava de beber, era preguiçoso, não defendia nenhum deus, nenhuma, opinião política, nenhuma ideia, nenhum ideal. Eu estava instalado no vazio, na inexistência, e aceitava isso. Tudo isso fazia de mim uma pessoa desinteressante. Mas eu não queria ser interessante, era muito difícil.

Charles Bukowski.  (via thiaramacedo)

(Fonte: nocturnaluz)

(Fonte: studio1b)